30º Concours International de Jeux de Société de Boulogne-Billancourt

A 30ª edição do maior torneio de game design da Europa foi realizada em 2011. Para nós, foi o segundo ano consecutivo em que fomos selecionados para a final do torneio, realizado no Musée de Carte a Jouer, em Boulogne-Billancourt, local imediatamente ao sul de Paris, na margem sul do rio Sena.

Neste ano, apresentamos um jogo chamado “Escape from Shadizar”, um jogo de labirinto onde os jogadores tinham que recolher diversas riquezas do jardim do sultão e escapar antes do nascer-do-sol. O jogo fez muito sucesso durante os dias e que ficou disponível para o público. Para nós, isso foi muito especial, já que tanto os jogadores mais inveterados quanto famílias com crianças se divertiram à pampa com o jogo. Entretanto, vencer esse torneio é realmente algo difícil. E embora nos sentíssemos muito felizes por estar ao lado de tantos e bons criadores, e de tanta gente importante no cenário de jogos europeu, não foi em 2011 que nós iríamos ter o gostinho da vitória (isso só ocorreria dois anos depois)!

 

Por que este torneio é importante?

O “Concours International de Créateurs de Jeux de Société” de Boulogne-Billancourt, promovido pela ludoteca de Paris, é um dos mais prestigiados concursos de game design de toda a Europa. A razão de sua fama está tanto na acirrada competição (participam 200 criadores de jogos do mundo todo) quanto nas rígidas regras do torneio.

Primeiro, os autores dos jogos são mantidos anônimos, para que não haja nenhum tipo de privilégio. Durante as diversas fases eliminatórias, os jogos são submetidos a diferentes juízes, que examinam e reexaminam as regras. Depois, nas fases subsequentes, as equipes de playtest testam os jogos diversas vezes, atribuindo notas a cada partida. O procedimento é feito até que, dos duzentos jogos iniciais, restem apenas dez finalistas.

Estes finalistas são então submetidos a uma avaliação final, por um júri composto de notáveis vindos de toda a Europa. Durante um final de semana, isolados num hotel, os membros da banca testam os jogos e, no domingo à tarde, anunciam a decisão final, no Palais du Jeu, diante de uma platéia formada por editores de jogos, outros criadores e diferentes tipos de fãs. O concurso é famoso por ter revelado alguns dos maiores criadores de jogos em atividade, como Bruno Faidutti, Serge Laget, Roberto Fraga e outros.