FILE – Festival Internacional de Linguagem Eletrônica – 2009

Nossa segunda participação no FILE ocorreu em 2009, quando fomos selecionados com o jogo-arte “Stogrepock” (criado por nós e desenvolvido pela produtora Colméia, com o excepcional programador Eduardo Omine). A idéia do jogo era a de explorar o som como elemento principal de um game, uma vez que, na maioria das vezes, a parte sonora não passa de coadjuvante.

O jogo revisitou o clássico “Moon Landing”, no qual uma nave espacial tem que pousar no solo lunar. Entretanto, os dois propulsores da nave respondiam não à comandos convencionais, mas sim a dois microfones. Dependendo da altura e da duração do som emitido, aquele propulsor respondia com mais ou menos força. Para complicar ainda mais, os microfones eram operados por duas pessoas diferentes. Para pousar direito na Lua, ambos os jogadores tinham que “afinar” suas vozes e cantar em conjunto. Foi incrível!

 

Por que o FILE é importante?

FILE – Festival Internacional da Linguagem Eletrônica é um festival de arte em novas mídias que acontece anualmente em São Paulo desde 2000 e eventualmente em algumas outras cidades do mundo.

É o maior festival de arte e tecnologia no Brasil, e serve como indicador da pluralidade de pesquisas e de produções nacionais e internacionais nas múltiplas áreas da cultura digital: arte interativa, screenings, performances, games, arte sonora, realidade virtual, discussões teóricas e o cinema digital.